Michael Jackson’s – This Is It (ou como ver um ídolo sem a máscara)

Na noite da quarta-feira passada tive uma experiência diferente de todas que já havia tido em uma sala de cinema.

Fui sem expectativas, ou com expectativas bem baixas. Afinal, eram apenas videos dos ensaios, e talvez um pseudo-documentário sobre os últimos dias de Michael. Talvez veria ali um semi-defunto tentando ensaiar e passando vergonha, alguém triste e que não lembraria nem de longe seus anos áureos.

Eu estava enganado.

Ao longo do filme, vemos um Michael feliz, engajado. Perfeccionista como sempre, cuidando de todos os detalhes por respeito aos fãs. Ele coloca tudo dele no que faz, por isso é considerado gênio.

Não dança como nos anos 90, mas até arriscava passos novos. Criava novas coreografias. Não seria um show meia-boca, nem feito nas coxas, como eu imaginava. This Is It seria o grande retorno do rei, definitivamente. Que pena que não foi.

O melhor do filme, na minha opinião:

  • Ver como Michael estava aparentemente contente por trabalhar de novo
  • Perceber como cada detalhe era pensado por ele, e como ele tinha participação fundamental no espetáculo, conhecendo cada nota de suas músicas e cada passo de suas danças
  • Ver imagens inéditas e recentes de Michael sendo ele mesmo, sem pose nem máscaras
  • Ver como ele era respeitoso ao interagir com os dançarinos e com o diretor do espetáculo. “It’s all for love. L-O-V-E.” Ele colocava amor em TUDO o que fazia
  • Ele queria passar uma mensagem, como sempre fez, com relação ao planeta. Desta vez sobre o aquecimento global
  • Ver o clipe que eles tinham preparado para Smooth Criminal, só isso já falei o filme inteiro
  • Michael Jackson é Michael Jackson.

O filme nem toca na morte dele e nem é carregado de emoções tristes, somente uma leveza e uma energia positiva, uma verdadeira homenagem. Por um momento esquecemos todos os escândalos jornalísticos e problemas que o cercaram por tanto tempo. Por momentos temos dó de como ele é infantil às vezes, e até certa vergonha alheia de alguns movimentos que seu corpo já não tão preparado executa. Mas vê-lo ali, criando, se superando, cantando, se emocionando. E seu público (os dançarinos, certamente fãs) vibrando enqunto ele dança Billie Jean. Ah, isso não tem preço!

“Todo mundo tem que assistir ao This Is Mothafocking It!! É rara chance de ver um gênio criando e, às vezes, desarmado. É foda.”
Marcos Mion, no twitter

 

“assisti ontem This is It e adorei. É como todo fã queria ver o Michael Jackson: dançando, trabalhando e contente. Sendo ele mesmo. ✩✩✩✩”‘
eu mesmo, no twitter

Leia também:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s