Por que o Bob’s me faz amar o McDonald’s

Eu não sou um assíduo comedor de fast-food, aliás sou um comedor de fast-food bem eventual,  junk fast food mais eventual ainda, dadas as opções que temos hoje em dia de fast food saudável (claro que todas roubaram a nossa idéia) e o fato de eu ter aderido a uma dieta semi-vegetariana.

Hoje, entretanto, estava eu às 12h00 na Rodoviária do Tietê aqui em São Paulo, e resolvi tomar café da manhã. Poucas opções que me fazem vontade, o Bob’s foi uma delas.

Já na fila, eu começo a me sentir indignado. Por que diabos a mesma mulher que cobra, faz o pedido, vai lá atrás buscar a batata? E por que ela tem que fazer tudo, e bem devagar? E por que só tem uma pessoa atendendo? Como assim a fila está grande e não tem um gerente estressado gritando “vamo zerá a fila!!”?

Pois é, o McDonald’s me mimou. Mimou muito! Hoje eu espero que o gerente do lugar se incomode se eu estou na fila esperando. Afinal, eu sou o cliente dele. Eu me incomodo quando alguém me pede uma informação e eu demoro a conseguir, no meu trabalho. Eles também deveriam ligar. No McDonald’s, é sempre tudo rápido porque o sistema funciona. Não é porque eles ficam correndo para fazer as coisas com mais boa vontade, ou porque são mais motivados, ou ganham melhor, mas porque o sistema funciona. Os hamburgueres são todos do mesmo tamanho, e são virados ao mesmo tempo na chapa, tem um sistema para tudo, para fazer o pedido, para fazer a cobrança, e enquanto eu estou pensando no pedido, alguém no McDonald’s já está trabalhando pra fazê-lo mais rápido.

Enfim, estas coisas são tão automáticas e tão corriqueiras, que só percebemos quando elas fazem falta. Não sei quanto a todo mundo, mas talvez por ser dessa raça estranha e detalhista que é o administrador, eu me incomodo profundamente quando as coisas não estão otimizadas. É claro que não fico reclamando, não sou nenhum rabugento. Mas me dá uma profunda frustração que não sei explicar.

Claro, o Bob’s deve faturar milhões de reais por mês, e tem o seu diferencial. Não é uma empresa ruim nem uma lanchonete ruim, longe disso, mas eles poderiam aprender algo com o que está em volta deles. O CEO do Bob’s poderia passar um dia inteiro vendo como o McDonald’s trabalha e ter idéias inspiradoras pra implementar no negócio dele. Podiam contratar um espião para trabalhar no McDonald’s e copiar os melhores sistemas ao máximo, a fim de diminuir o tempo de espera e otimizar o espaço. Poderiam contratar um superstar de sistemas do McDonald’s, e implementar por lá.

Existem várias outras empresas de comida que eu adoro exatamente por não serem parecidas com o McDonald’s, mas quando você tem o lanche número 1 que se chama Big Bob’s, tente copiar também a parte boa do concorrente.

Isto é questão de sistemas, e eu tenho muito a aprender quanto a isso, mas estou no meu caminho. Desde sistemas na empresa até o sistema para trocar o papel do banheiro, ou ter uma toalha reserva para visitas.

Outro dia eu fui tentar abrir um iogurte da Leco (o meu preferido não tinha no mercado) e o lacrezinho quebrava de todos os quatro lados que eu tentava abrir. Se o CEO da Leco simplesmente tomasse esse iogurte às vezes, ele já teria percebido este absurdo e este problema já teria sido resolvido. E você, caro leitor, onde vê melhoras óbvias que poderiam ser feitas, mas os diretores parecem não perceber?

5 pensamentos sobre “Por que o Bob’s me faz amar o McDonald’s

  1. semi-vegetariano = lmao

    simplesmente não compro, eles que paguem uma pesquisa de milhões para descobrir q ninguém compra por causa de uma tampinha, lacre, pontilhado…

  2. Já que o Mc é ótimo em sistema, imagina quanto eles gastam no seu sistema de ter pessoas publicando matérias como esta a seu respeito…

  3. Bom dia, Hugo.

    Eu sou apenas um amante de uma boa administração e de sistemas bem-feitos. Se uma empresa consegue estar em todas as cidades importantes do mundo, ter mais imóveis que a Igreja Católica, e lucrar bilhões apenas com a venda de hamburguer, creio que temos algo a aprender com ela.

    Posso lhe garantir que não é uma matéria patrocinada. Na verdade, sou um semi-vegetariano, como apenas no McDonald’s quando não tenho outra opção. Mesmo assim, obrigado pelo comentário.

  4. Pingback: Por que o Bob’s me faz amar o McDonald’s «

  5. Algum problema em ser semi-vegetariano? Plantas são seres vivos, e odeio o ar de superioridade moral que alguns vegans se dão como se fossem santos ou melhores que os outros. É só outra prova de que são piores que seus semelhantes.

    O sistema do McDonalds com certeza é mais otimizado que o do Bob’s, enfim.
    E podem continuar se achando moralmente superiores aos outros. Se não fosse o vegetarianismo, seria o intelectualismo, se nenhum dos dois, então outra coisa.

    Mas não me venham falar de proteção aos direitos animais quando vocês se cagam pros insetos, pros fungos e pras plantas. Eu me importo com cada um deles e tenho nojo de vocês.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s